Jesus, nosso único amor

Jesus, nosso  único amor
Olhai sempre por nós

Sejam bem vindos e mergulhem no Amor de Deus por nós!

Tudo por um mundo cheio do Amor Incondicional de Deus por nós. Mudemos o mundo levando as imagens invisíveis do Céu para a humanidade que hoje só crê nas imagens visíveis.

ZELAR PELA MÃE TERRA

ZELAR PELA MÃE TERRA
Minha doce Mãe, te ofereço essas flores!

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Eu morri na Cruz por vós, para poder vos pedir depois o mesmo sacrifício; não mais a morte dolorosa mas todo sacrifício vosso.



10.   Eu morri na Cruz por vós, para poder vos pedir depois o mesmo sacrifício.

Eu morri na Cruz por vós, para poder vos pedir depois o mesmo sacrifício; não mais a morte dolorosa mas todo sacrifício vosso;   posso pedir com pleno direito, depois de ter-me sacrificado por vós.

O sacrifício do ser humano, para obter depois a Glória, pode ser distinto segundo cada homem.

Trabalho, miséria, separação de pessoas amadas, enfermidades, inquietudes e preocupações...
Quanta dor devemos conceder ao homem!
É por uma Graça dada por Nós, nunca vem por castigo a dor humana.

Eu vos peço que contempleis Meu sacrifício, para poder suportar o vosso com serenidade.
Eu vos peço que Me ameis, porque vos dei tanto amor sacrificando-me.

2 de Fevereiro de 1973



11.  Virão dias de tristeza e de terror.

E virão dias tristes e dias de terror!
Para os homens incrédulos, então crerão.

Quem crê não tem medo, quem crê já está fora de tudo o que passa! Em verdade vos digo que, para o homem, conseguir crer até o ponto de viver apartado da terra, já é sinal de santidade.

A santidade é muito distinta vista do Alto, porque um ser que pode parecer não bom, não paciente, não penitente, pode ser melhor do que  aparenta outro que baseia sua Fé e sua Religião em seu medo de Mim.

Eu amo quem Me ama, não quem Me teme.
Para chegar a amar-me é necessário atravessar os caminhos mais difíceis, que são o sofrimento e a dor.

Na dor e no sofrimento o homem se rebela contra Mim, mas Eu, estando sempre em seu coração, aguardo em um cantinho escuro desse coração o instante em que a rebelião se transforme, primeiro em aceitação e depois em amor por Mim.

Porque Eu vou ao encontro de quem sofre, mesmo em rebeldia, e consigo sempre trazer ao que sofre entre Meus braços consoladores; então, falo ao coração sofredor e lhe faço Minhas promessas de uma alegria futura.
Aquelas promessas Eu as mantenho.

Eu não digo palavras inúteis, não digo mais que as coisas que manterei, Eu não falo senão depois de ter olhado no canto mais escuro dos corações.
Vós haveis chegado até Mim porque olhei em vossos corações.

Nunca mais estareis sós.
Os homens que vivem Comigo nunca terão necessidade de vós para viver depois em Mim.

2 de Fevereiro de 1973

Nenhum comentário: