Jesus, nosso único amor

Jesus, nosso  único amor
Olhai sempre por nós

Sejam bem vindos e mergulhem no Amor de Deus por nós!

Tudo por um mundo cheio do Amor Incondicional de Deus por nós. Mudemos o mundo levando as imagens invisíveis do Céu para a humanidade que hoje só crê nas imagens visíveis.

ZELAR PELA MÃE TERRA

ZELAR PELA MÃE TERRA
Minha doce Mãe, te ofereço essas flores!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Em Mim se fundiam aqueles sentimentos, mas humanamente foi grande em Mim a saudade de sua presença viva, de sua voz, de suas palavras: "Mãe!"



"Minha vida em Nazaré"  -  Giuliana Buttini

210. - Um dom e uma graça que Jesus faz a vós: minhas palavras...

Este amor que me leva a vós é inefável e misterioso, mas é uma realidade. Eu vivo agora e há tanto tempo para vós, neste maravilhoso Reino que Jesus prometeu a todos os puros de coração, a todos os generosos, a todos os justos. Esta é a esperança!

 E a esperança da força faz viver serenos na terra. Fui uma criatura como vós... Como vós amei as pequenas coisas, passei horas de saudade quando Jesus no mais estava na terra e horas de felicidade quando pensava em sua vida junto ao Pai, na glória.

Em Mim se fundiam aqueles sentimentos, mas humanamente foi grande em Mim a saudade de sua presença viva, de sua voz, de suas palavras: "Mãe!"

Tão somente Jesus me chamava assim e no entanto todos vós sois meus filhos, chamai-me como me chamava Jesus! E segui chamando-me assim: "Mãe!" e essa saudade pode ser também vossa quando vos afastais d'Ele com o pensamento, saudade de sua presença viva ao seu lado. A escuridão da alma pode fazer-vos compreender a realidade do verdadeiro Deus, Uno e Trino, presente em vós, que vos dá paz, e que se não Lhe sentis vos sentis sós e perdidos!

Naquele tempo, no  jardim da casa na qual vivia com João perto de Getsêmani, me sentava para descansar um pouco, já não havia cultivado as rosas como em Nazaré, e sempre, quando estava só, voltava ainda àquelas horas de dor profunda: o Calvário, a Cruz...

"Senhora, pensa que depois, o Rabi ressuscitou!". "No entanto sofreu toda a dor do mundo...  Ressuscitou, está vivo, mas essa dor a viveu por inteira!". Naquele jardim sem rosas pensava e pensava... Às vezes me parecia escutar sua voz! "Mãe, agora estou vivo!". E em Mim entrava a esperança... Pensava também em vós que viríeis nos séculos...


Nunca poderia ter imaginado poder falar depois de séculos! Eis aqui um dom, uma graça que Jesus  faz a vós: minhas palavras, meu amor e seu amor, já que vós viveis e dais en Seu nome! E tudo adquire valor para vossa alma: vossas riquezas estão no Céu!

Eu era simples, sou simples, e assim com palavras simples,  posso dizer meus sentimentos por vós:

Amor, afeto profundo, compreensão... É como se vós tivesseis entrado em minha casa e no jardim em Nazaré, o jardim com as rosas! E eu vos mando estas rosas com meus puros sentimentos.

E vós mandai-me vossas rosas, orações, ou atos de amor! Estas são as mais belas orações que vejo como se fossem rosas, que entrego a Jesus e Ele vos vê e vos escuta. O mundo do espírito, o Reino, está muito perto de vosso pequeno mundo,

Nós estamos perto de vós: vós sempre conosco! E estas palavras? Sentimentos puríssimos por vós. O amor que atrai, que chama, que une estreitamente.
Amai-vos sempre e amai a Nós. Sempre estaremos unidos.

1 de dezembro de 1985


Nenhum comentário: