Jesus, nosso único amor

Jesus, nosso  único amor
Olhai sempre por nós

Sejam bem vindos e mergulhem no Amor de Deus por nós!

Tudo por um mundo cheio do Amor Incondicional de Deus por nós. Mudemos o mundo levando as imagens invisíveis do Céu para a humanidade que hoje só crê nas imagens visíveis.

ZELAR PELA MÃE TERRA

ZELAR PELA MÃE TERRA
Minha doce Mãe, te ofereço essas flores!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Jesus se fez criança para brincar com os pequenos, se fez homem para dar un rosto para os homens, se fez palavra de vida eterna e dor.



169. - E virá ainda e sacudirá a terra e todas as criaturas da terra.


Com os parabéns e o amor de sempre e aumentado para vós dos vossos seres queridos celestiais, Eu, Miriam vos ofereço a felicitação mais maternal!

E que vossa fé seja tã segura como para torná-los serenos na terra e felizes para sempre!

A felicitação do Céu, a felicitação de Deus!

Naquele tempo nascia Jesus e iluminou o mundo de cada tempo, e iluminou a quem queria a luz!

Conheceis esta história que parece quase uma fábula porque é história de beleza, verdade e vida!

Jesus se fez criança para brincar com os pequenos, se fez homem para dar un rosto para os homens, se fez palavra de vida eterna e dor. Veio nascer em Mim e de Mim.

Pura luz e, verdadeiro corpo vivo. Aquele corpo humano, aquele espírito divino que deixou ao mundo para quem quiser a luz com o sacrifício sempre renovado.

Cresceu na pequena casa de Nazaré, e com Ele crescia o amor. Parecia que as flores na primavera escutavam este amor, cresciam exuberantes.

O amor de Deus. E se escuta no vento, se vê nas flores e se percebe na alma. Jesus é Deus e ainda não foi reconhecido por todos.

Sua vinda foi em vão para muitos, como sua morte na Cruz. E virá ainda e sacudirá a terra e todas as criaturas da terra.

Anunciará sua vinda com muitos sinais. Os sinais que nem todos veem ou verão! Para reconhecer a Deus é necessário desejar a luz.

E como brilhou aquela estrela, outras estrelas brilharão, no céu estarão os sinais. Eu peço orações ao mundo para Ele.

Orações em sentido amplo: obras, amor, redenção. Penitência em sentido amplo: obras, aceitação, redimir. Testemunhar a Verdade num mundo ainda em trevas, mesmo estando acendendo luzes de amor além de onde sopra o vento divino.

Aquele vento que vai onde quer, onde ninguém sabe, onde o amor renasce e vive e a Redenção continua. Quando Pedro celebrou pela primeira vez a Eucaristia, antes disse aos apóstolos e aos discípulos: "Como nos dizia o Rabi, agora a vós e a mim mesmo repito: Amai-vos! Amemo-nos então, irmãos, em seu nome e em sua recordação!".

Eu volto a ouvir a voz de meu Filho: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei!" Havia me ocultado na sombra para poder melhor chorar de emoção, de saudade e de um pouco de alegria.

Pedro tinha una voz forte e harmoniosa, e a Igreja crescia...

As viajens dos apóstolos eram longas e cansativas, certamente, mas eram ajudados por Jesus: "Senhora, caminhava ligeiro, me parecia ou talvez fosse verdadeiro que o Rabi caminhasse comigo...".

Assim me disse um dia André e assim diziam os outros. Pura verdade. Meu Filho caminha adiante ou ao lado de todos aqueles que lhe amam. Era uma noite fria quando Jesus veio à terra.

O via admirada e ainda assombrada: "Quanta beleza em seu pequeno rosto". Humanidade, divindade e mistério.

"Por que veio neste tempo e a esta terra e nesta noite?" Disse-me José: "Myriam, Ele é Deus e sabe porque veio neste tempo, a esta terra e de ti e como pai terreno escolheu a mim! Eu também estou muito assombrado... Veja como é bello!..."

Um pastor veio e pôs o leite diante de Mim, também ele estava assombrado... Vieram outros e houve tantos dons. E vós obsequiados em vosso amor ao próximo: leite, pão, flores.



25 de Dezembro de 1984

2 comentários:

Ana Rita Profirio disse...

AMEI CADA CANTINHO DO BLOG ME FEZ MUITO BEM !OBRIGADO!!!

LEVANDO DEUS AO MUNDO disse...

Oi, querida Ana Rita, que bom que gostou, Deus te abençoe sempre, amiga, Regina.