Jesus, nosso único amor

Jesus, nosso  único amor
Olhai sempre por nós

Sejam bem vindos e mergulhem no Amor de Deus por nós!

Tudo por um mundo cheio do Amor Incondicional de Deus por nós. Mudemos o mundo levando as imagens invisíveis do Céu para a humanidade que hoje só crê nas imagens visíveis.

ZELAR PELA MÃE TERRA

ZELAR PELA MÃE TERRA
Minha doce Mãe, te ofereço essas flores!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

"Mamãe, um dia escreverei páginas e páginas, e usarei uma mão que não é minha, também Tu, Mamãe, escreverás assim..."



85. Eu também sou uma criatura e por isto, ao recordar minha vida, recordo as coisas de cada dia.




Estávamos no caminho que conduzia à nossa casa, tinha Jesus pela mão: Jesus tinha cinco anos e sua mãozinha tomada pela minha me dava essa ternura que tu bem conheces: "É pequeno, é meu, o posso defender sempre". Quando os filhos são pequenos, pensamos que dependem somente de nós e que os poderemos defender sempre. Jesus me disse:

"Mamãe, caminhar juntos é como se em vez de dois, fôssemos uma só pessoa!"

Sendo Deus, Jesus disse ao mundo: "Fazei por Mim, amai e dai por Mim, Eu obrarei em vós!"

E tinha aquela mãozinha na minha: uma mão que haveria de abençoar a tantas criaturas: uma mão que haveria de ser perfurada!... Aquele dia, fazia frio, voltando para casa acendi o fogo e Jesus pôs seu banquinho em frente à chama e depois se sentou para observá-la:

"Que belas cores tem o fogo, Mamãe!..."

Via a beleza em todos os lugares, Ele, como Deus, se percebia a si mesmo, e no Pai podia reconhecer-se... Uma vez mais o mistério da Trindade... Uma criatura é uma, porém Deus, é criador e não pode então ser como as outras criaturas: as criaturas vem de Deus e são seus raios! Eu também sou uma criatura e por isto, quando falo de minha vida, recordo também as coisas de cada dia: são parte de toda vida terrena, as coisas e os dias. Via o rosto de Jesus iluminado pela luz da chama...

"Vim trazer a luz ao mundo: a esperança! Vim trazer a luz ao mundo: o amor!"

Quanta luz há no Reino! O Reino está pleno de amor!

Vós pensais às vezes na morte, e tendes temor dela; outras criaturas não querem pensar: tem também temor dela. A morte não existe para os justos: mudam de vida para melhor! Jesus da montanha também disse isto.

Jesus então era pequeno, apenas aprendia a escrever: "Mamãe, um dia escreverei páginas e páginas, e usarei uma mão que não é minha, também Tu, Mamãe, escreverás assim..."

Não compreendi então, agora o sei! Jesus busca páginas em branco e logo as enche com seus pensamentos:

"Anulai-vos, fazei-vos pequenos, trabalharei Eu por vós. Obrarei Eu por vós e em vós!"

Aquele dia estava escureciendo quando vieram Santiago e Judas, olhei para aqueles meninos: Deus de Deus e dois apóstolos! O tempo é para amadurecer as criaturas. Tinha então horas tranquilas, com essas pequenas alegrias dos pobres quando tem algo de mais, e na verdade nunca nos faltou nada, e Eu nada desejava. Era simplesmente feliz quando tinha um manto novo, ou uma floreira nova de metal que enchia de flores ou de folhas, segundo a estação.

"As plantas e as flores dão alegria ao vê-las, e dão vida às coisas!"

"Mamãe, esta é a casa da Vida!"

A muitos lhes parecerá estranho que Eu, Myriam, te narre estos pequenos episódios. Já te disse, para responder-lhes que sou uma criatura, e no Reino permanecemos como éramos: somos nós, a alma somos nós!

O que me sucedeu foi muito grande, outras coisas grandes sucedem e nem sempre são compreendidas. Tudo está no desígnio, Jesus não faz nunca coisas inúteis e não escreveria palavras inúteis sobre páginas em branco. Vós sois as páginas em branco! Raras criaturas que Jesus usa como instrumentos e sempre somente para o bem do espírito: e sempre somente através dos estígmas da alma ou da matéria!

Páginas em branco! Palavras escritas com letras de ouro! A verdade brilha e brilhará sobre o mundo.

Os meninos brincavam entre eles, Jesus havia tirado da cesta os cavalhinhos de madeira:

"Jesus, pede a teu pai que te faça também uns camelos "lhe disse Judas de Alfeo, ao qual os camelos lhe gostavam muito:

"Não os fez nunca, talvez não soubesse fazer a curva das corcovas... É muito difícil talvez. Papai José me fez uns cavalos lindíssimos e também outras coisas: olhem!"

"Certo, é verdade, os cavalinhos são bonitos..."

"Judas, Santiago, peguem um cada um, sou feliz de que tenhais um cavalinho que fez papai José, brincareis e pensareis em nós..."

"Pensai em Mim, amai e amai-me: tereis a verdadeira vida e a vivereis eternamente!"



16 de Fevereiro de 1982

3 comentários:

fecutusk disse...

Super-Duper site! I am loving it!! Will come back again – taking your RSS feeds also, Thanks.

aroma essential oils

LEVANDO DEUS AO MUNDO disse...

Thank you. God bless you forever!

hiciscat disse...

You were meant to blog. It has inspired me to start my own blog on barrie dentist

cheap cialis