Jesus, nosso único amor

Jesus, nosso  único amor
Olhai sempre por nós

Sejam bem vindos e mergulhem no Amor de Deus por nós!

Tudo por um mundo cheio do Amor Incondicional de Deus por nós. Mudemos o mundo levando as imagens invisíveis do Céu para a humanidade que hoje só crê nas imagens visíveis.

ZELAR PELA MÃE TERRA

ZELAR PELA MÃE TERRA
Minha doce Mãe, te ofereço essas flores!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

SE NÃO TENS FÉ, NÃO ME VÊS

Se não tens fé, não Me vês


PC-23 10-ago-96 O Senhor
(Em um retiro das Oficinas de Oração.)

Ninguém pode ver Meu Rosto se não for pelo caminho da fé. Parece contraditório: se não tens fé não Me vês, e se não Me vês, não avançará tua fé. Por que te falo, por que Me encontras quando queres? Porque tiveste fé, porque - não importa o que aconteça - tua fé persevera. Sabes que aqui estou, esperando por ti, para abrir Minha Destra, tomar tua pequena mão e, apertando-a, transmitir-te todo Meu Amor. A segurança de que estou aqui, vivo, palpitante, esperando por Meus Filhos, por aqueles por quem Meu Coração transborda de piedade e Misericórdia...

Busca-Me em teu silêncio, encontra-Me. Sou Eu quem vos trouxe aqui para vos ensinar a buscar-Me, a encontrar-Me. Assimilai tudo o que puderdes, não vos distraiais, já que este momento é muito importante no caminho de vossa formação. Sou Eu quem move os fios, uma vez mais, agora que a grande função do mundo está quase no fim.
Minha pequena, espero-te ali, no teu aposento, no pequeno espaço que se inunda com Minha Presença.

Quantos filhos poderiam ver-Me! Todos, sempre que de verdade o quisessem e pedissem com fé...

(9:45 - O palestrante disse que Jesus reprovou Seus Pais, ao dizer-Lhes que estava fazendo as coisas Seu Pai...)

O Senhor
Não é verdade, não foi uma reprovação de Minha parte. Quis dizer-Lhes com muito respeito, humildade e amor, que não se preocupassem nem sofressem quando não Me encontrassem, porque, sendo Filho de Deus, devia ter Meus momentos para encontrar-Me com Aquele que era mais do que qualquer pessoa e qualquer coisa...

(Falou de quando Jesus disse que eram Sua mãe e irmãos quem cumpria Seus Mandamentos.)

O Senhor
Eu disse que todo aquele que cumprisse a Vontade do Pai era Minha Mãe, Meu irmão. Porque Minha Mãe criava Meu Ser. Todos podem ser Minha Mãe e Meus irmãos, todos vós são o ventre fecundo de Minha Mãe.

Relato
Começando o almoço, vejo na janela do refeitório algo que se move ou que escurece. Fico gelada. É São Miguel, o Arcanjo; não me disse mas eu sei. Olho para todos e ninguém parece notar. Então permaneço olhando; aparece e desaparece, como se fosse de janela em janela. É muito alto; parece-se com Pe. Marcos mas é mais loiro e de cabelo longo e crespo até os ombros. Olha-me e sorri, tem na mão esquerda uma lança ou espada, algo que brilha muito.

Ele está vestido todo de branco, com uma saia curta e sandálias ou botas com tiras até os joelhos. Todo seu peito é brilhante, como com raios; sua roupa é branca, mas fosforescente, como o véu da Virgem. Tem um cinturão ou cinta verde com um dourado (não distingui se era fivela ou outra coisa). É belo, majestoso. Vou falar e me detenho. Levanta a mão direita (que até aqui estava sobre seu coração), e me faz um sinal como de silêncio "shhh!" Pareceu-me um gesto de muito bom humor. Suas asas são imensas, não sei como é que não escutavam as asas quando se moviam. Escrevi a Hugo e Neiza quando ele se foi. Olhavam-me entre incrédulos e gozadores. Disse para mim mesma: melhor me calar e já não lhes dizer nada.
Entrei no Oratório depois do almoço e perguntei ao Senhor por que eu vi sozinha aquilo. Silêncio, não me disse nada...


O Amor de Meu Pai se dá gratuitamente


PC-24 10-ago-96 O Senhor

(O palestrante dizia que, quando Jesus era adolescente, foi compreendendo e captando o que via de Seu Pai.)

Essa verdade não foi descoberta em Minha adolescência. Fui compreendendo e aceitando desde o momento em que Meu Pai decidiu deixar-Me ir de Si para ser Filho do Homem... o Deus-Homem...
E o Amor de Meu Pai não se merece, se dá gratuitamente.

(O palestrante repete no momento em que escrevo estas mesmas palavras... Obrigada, Senhor!)

Um comentário:

sofia disse...

God bless you dear sister
Nubia